quarta-feira, 10 de outubro de 2007

"Um dia de cão"

Ontem foi um dia de muita correria... Na segunda-feira à noite, depois de completar um mês que os exames médicos chegaram a Trinidad e Tobago, finalmente recebemos o tão esperado pedido dos passaportes. Mas, nem por isso a alegria foi total, pois não vieram junto com a carta de solicitação as etiquetas que deveríamos colar na frente de cada passaporte. Fomos dormir sem saber se íamos conseguir ou não enviá-los no dia seguinte. Logo cedo fizemos nosso primeiro contato com o Consulado para saber o que deveríamos fazer; nos informaram que poderíamos mandar os passaportes assim mesmo, sem as etiquetas. Então tá. Eu tinha dentistas às 10h (afinal de contas, é hora de fazer um check up geral!), depois eu pagaria a última taxa na agência do Itaú Personalité, perto do meu dentista, e seguiria para casa para buscar a Lu e a Carol para irmos aos Correios enviar os passaportes. Tínhamos de ir antes do almoço, pois a informação que obtivemos pelo 0800 dos Correios era que, para o Sedex 10, deveríamos postar até as 12h. Porém, como essa última fase do processo está “de rosca”, quando cheguei em casa para pegar a Lu, ela não estava achando o passaporte da Carolina. Esperei um pouco no carro, mas como já eram 11h45, resolvi subir para ajudá-la a procurar.
Aí começou o nosso desespero; procura aqui, procura acolá e nada de encontrar o passaporte da Carol. Colocamos a casa de pernas para o alto – se é que isso ainda era possível!!! –, a Lu e a Carol já estavam desesperadas... eu também, é claro! Passaporte perdido, o jeito é tirar outro; então, a solução era ligar na Policia Federal para ver os procedimentos a serem adotados. O telefone chama, chama, chama, e nada de ninguém atender. Nossa que b.... o que será que está acontecendo??!! Quando olhamos para o relógio vimos que já eram 12h15, agora só nos restava esperar até as 14h. Caramba, que agonia... Quando todos já estávamos mais que desesperados, já tínhamos olhado em todos os lugares de novo, sem saber mais o que fazer, veio uma luz. No dia em que compramos as nossas malas, compramos também umas doleiras; será que quando fomos experimentar se os passaportes cabiam lá não teríamos deixado o da Carolina dentro e uma delas??? Vocês não vão acreditar... BINGO!!! Não é que estava lá dentro!!! NOSSA QUE ALÍVIO... Mas como pudemos esquecer o passaporte dentro da doleira, dentro do armário?!?! É que nesse fatídico dia da compra das malas e das doleira foi tudo muito tumultuado. Quando fizemos o teste para ver se o passaporte cabia ou não na bendita, já estávamos atrasados para um compromisso. Aí, com as cabeças pensando mil coisas ao mesmo tempo, deixamos o passaporte dentro da doleira, em cima de nossa cama, junto com todas as outras coisas que compramos e saímos. Na volta para casa, cansadíssimos, esquecemos daquilo. Somente juntamos tudo e colocamos de volta na sacola onde vieram, e pronto...
Então, agora bastava mandar os passaportes, mas já eram 12h45, teoricamente não daria mais para enviar por Sedex 10. Resolvi ligar na agência dos Correios da 508 norte, e para nossa surpresa, nos informaram que poderíamos postar Sedex 10 até as 16h40. Agora era só deixar a Carol na escola, almoçar e mandar os passaportes. Nesse meio tempo, quando a Lu ligou para a mãe dela para contar que tínhamos achado o passaporte, minha sogra – compartilhando de nosso desespero na corrida contra o tempo – nos ofereceu suas milhas da Varig para irmos pessoalmente entregar os passaportes no Consulado, em São Paulo, no intuito de agilizar nossa vida... Naquele momento, tiveram início mais alguns momentos de aflição... Durante todo o almoço ficamos matutando os prós e os contras de irmos a São Paulo. Sem conseguir resolver o que seria melhor, ligamos pela segunda vez no Consulado, e quem atendeu foi a “temida” Maria João, que graças a Deus estava de bom humor. Ela nos informou que não faria diferença no prazo se levássemos pessoalmente ou se enviássemos pelos Correios, e que não podia garantir que os passaportes nos seriam entregues no dia seguinte. Sendo assim, se fossemos para São Paulo, teríamos de fica lá até quando?!?! Estadia, alimentação, fora que estamos falando de São Paulo, não tem como não gastar. Estava resolvido, vamos mandar pelos Correios mesmo. Assim fizemos. Depois de muita agonia e desespero, mandamos os passaportes por Sedex 10, exatamente às 15h38. Aproveitamos e já enviamos junto um envelope preenchido com os nossos dados e um vale postal no valor de um Sedex 10 de 1kg, de São Paulo para Brasília, já para garantir a devolução dos passaportes o mais breve possível...
Ufa!!! No fim deu tudo certo...
Agora é só arrumar o resto de nossas coisas, as malas e embarcar, dia 22 de outubro...
Ahh! Os passaportes já foram entregues no Consulado Geral do Canadá em São Paulo, conforme indica a consulta no sistema dos Correios:


7 comentários:

Goldman disse...

Ola Paulo, parabéns pelo novo blog, mas acredite, agora que o processo de imigração tá no final, a gente pensa que o processo acabou... mas vc vai ver que a aventura tá apenas começando. Sejam bem-vindos ao Canadá. Abraços e muito sucesso, Goldman.

Karol disse...

Olá Paulo !

Parabéns pelo blog. Eu ainda estou no começo dessa saga. Estou com estrevista marcada pra novembro. Vai ser muito legal acompanhar o início da vida de vcs no Canadá. Eu desejo boa sorte. Vcs vão pra qual cidade ?

Um abraço,

Karol

Alessandro Silva disse...

Nossa pessoal,

que correria heim?
Aind abem que no final deu tudo certo.
No meu caso foi ainda pior porque já estou com a corda no pescoço, com passagens emitidas e entrevista no consulado dos EUA marcada desde julho.
Nao pensei 2 vezes: corri para Sao Paulo para levar meu passaporte pessoalmente.
A moça me deu 10 dias de prazo mas me ligou no dia seguinte avisando que estava pronto.
Agora já estou mais tranquilo, com meu visto lindo carimbado, só esperando chegar dia 20/10 para viajar de novo para Sampa, para a entrevista dos EUA.

Abraços e boa sorte para vcs.

*para qual cidade vcs vão, e quando?

Alessandro

Thaís disse...

Olá Paulo e Luciana.
Parabéns pelo blog e obrigada por compartilhar conosco as experiências de voçês. Luciana já tinha nos ajudado passando pro Pedro o seu Imera, tem ajudado muito nas nossas pesquisas.
Vamos acompanhar de pertinho as novidades de voçês, tá chegando heim!!??
Beijos e boa sorte.
Thaís

Rogério disse...

Nossa que aflição!!!

Lembrei lá de casa quando perdemos algo, rs...

Por já saber que não somos organizados, já temos pasta somente com os documentos do Canadá.

Mas é isso!! O bem sempre vence!!! rs...

Grande abraço e tenham uma ótima semana!

Rogério

Ri & Ro - Rumo ao Quebec disse...

Olá amigos,

Pois é, nós estamos aprendendo que a espera faz parte constante desse processo, mas como o que não tem remédio remediado está, o jeito é aproveitar o tempo para nos aprimorar-mos para a entrevista e elaborar ainda mais nosso projeto.

Parabéns pelo fim desse primeira etapa no processo imigratório, digo primeira porque na verdade todo esse tempo que despende-se entre processo Québec e Federal é ainda a primeira parte, agora virá a parte mais real, a adaptação ao novo país e um ínicio de uma nova vida.

Pelo o que vemos aqui não há dúvidas que a segunda parte será brilhante para vocês!

Um abraço muito grande aqui de São Paulo!

Ricardo e Rosangela

Tancredo disse...

Paulinho,

Puxa vida, já estou com muita saudades de vocês.
O blog ficou muito legal. Parabéns para vocês. Esta idéia de montar o blog foi boa, assim poderemos acompanhar a saga de vocês no Hemisfério Norte. Tenho certeza que será um experiência de vida ímpar. Vamos que vamos.

Que estes poucos dias que faltam para o embarque sejam tranqüilos e sem muitas atribulações.

Já comprei os camarões e o dendê.

Já sentindo a falta de vocês.

Tancredo