domingo, 24 de fevereiro de 2008

Quatro meses e muita coisa pra contar...

Não, o Blog não está abandonado (ainda)... É somente falta de tempo mesmo. E lendo esta postagem vocês logo vão descobrir a razão.

Então... ontem completamos quatro meses de Canadá! E apesar de não ter sido combinado, pudemos até comemorar junto com a brasileirada daqui. Na verdade, o Diogo e a Marina marcaram um lanche lá na casa deles, que contou com a presença de vários amigos que já fizemos aqui em Gatineau: Goldman, Tatiana e André, Gislaine e Eduardo com a Gabizinha, Andrea e suas filhas Natália e Ana Lívia, Fernanda (cunhada da Andrea), os donos da casa e nós, claro.

As crianças...

Eu, Goldman, Tatiana e André

Diogo, Paulo, Eu, Tatiana e André

Diogo, Eduardo e Gislaine, Marina, Fernanda e Andrea

Ana Lívia, Natália, Bia, Morena e Carol

É realmente impressionante o tanto de coisas que já fizemos nesses quatro meses, viu?! E apesar da saudade de casa e de todos os que amamos apertar de vez em sempre, o tempo passou voando pra gente. Parece que foi ontem que chegamos aqui e acompanhamos a queda das últimas folhas secas das árvores antes do inverno dar o ar de sua graça...

E muito mais aconteceu nas últimas semanas. Vou começar pelo acontecimento mais antigo e seguir a ordem cronológica dos fatos...

13/02 - Início da "Francisação"
Finalmente começou nosso curso de Francês, e nós estamos adorando! Cada qual em sua turma, com colegas de várias partes do mundo, uma loucura! Agora, são 6h de Francês na cabeça todos os dias, imersão total. O Paulo está gostando bastante da professora dele, uma bicho-grilo que conhece o mundo todo; e eu também não tenho o que reclamar da minha, que é francesa, mas mora no Québec há 37 anos, uma verdadeira lady.

Fomos alocados no CEGEP da Boulevard Sacre-Coeur, e nossas aulas são de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 15h30. Então, são seis horas de aula por dia, sendo que quatro delas com a professora titular da classe e o tempo restante fica a cargo de duas monitoras que se revezam durante os cinco dias da semana. O esquema de aula é bem diferente para nós, pois a cada 1h há um intervalo de 5 e 10 minutos intercaladamente. Temos ainda 1h de almoço, das 12h30 às 13h30. Começamos levando sanduíche, pois era mais prático para preparar em casa e tal. Mas aí descobrimos que existe um local com quatro fornos de microondas, uma pia e uma geladeira à disposição dos alunos. Aí, passamos a trazer comidinha de casa mesmo, que é mais saudável, mais barato e enjoa menos que lanchar todos os dias. E todos os alunos, salvo raríssimas exceções, fazem o mesmo. Fica aquela sala enorme, cheia de marmitinhas em cima das mesas...

O material de estudo foi entregue já no primeiro dia de aula, umas apostilas bem grossas, sinal de muito trabalho pela frente. Também nessa primeira semana pudemos dar entrada no pedido de auxílio/reembolso da Garderie. Afinal, Carolina ainda não tem 12 anos para poder ir sozinha para casa (mesmo ficando há 5 minutos de caminhada da escola), então ela tem de esperar no Service de Garde da até que cheguemos lá para buscá-la. Mas tudo bem, está dando tudo muito certo. E ela está gostando bastante da experiência. E para nós dois, o momento é de dedicação e força de vontade.

15/02 - Nossa primeira patinação
Depois de analisar atentamente as fotos que tiramos do Canal Rideau em dia de grande movimento, decidimos dar uma treinadinha aqui perto de casa mesmo, no Parque Éugene-Sauvageau, antes de enfrentar aquele tumulto. Afinal, deve ter pelo menos uns 18 anos que eu patinei a última vez, e ainda por cima no ParkShopping, super profissa, né?! Imagina eu lá no Rideau, de cara no gelo... Não, não!

E para primeira experiência , foi bem bom. A Carolina, que já havia feito aulas de patinação in-line lá em Brasília, tirou de letra. Foi só colocar os patins nos pés e ela saiu desembestada pela pista de patinação. Mas eu e Paulo realmente precisamos dar umas boas treinadas... E o legal é que esse Parque é bem pertinho aqui de casa, fica na nossa rua, há uns cinco minutos de caminhada. Ali encontramos duas áreas destinadas à patinação e à pratica de Hokey (certamente são quadras poliesportivas durante o verão), e existe também uma área coberta onde acontecem várias atividades esportivas e de lazer abertas a toda a comunidade. Algumas são pagas e outras não, mas os preços são absolutamente acessíveis. Há também um parquinho com brinquedos infantis, mas está todo coberto de neve, por enquanto, então, só depois do inverno para saber o que mais tem por ali. Enquanto isso, seguimos patinando...


Olha só como estava o caminho para a nossa patinação!!! rss...



video

16/02 - Jogo de basquete da Carolina
A Carolina está fazendo basquete na escola desde a segunda semana de aula. Tudo começou quando o treinador a viu brincando com uns colegas na hora da recreação e resolveu apostar nela como jogadora. Mandou recado pela professora, pedindo autorização para inscrevê-la na escolinha de basquete, e é claro que eu deixei. Saudável, gratuito e excelente oportunidade de socialização! Os treinos acontecem (de uniforme e tudo mais) todas as quartas-feiras depois da aula, das 15h30 às 16h30. Desde então, ele é só elogios...





E na segunda semana de fevereiro o treinador (Michel Villeneuve) veio com a novidade de que Carol já participaria de um jogo, contra outras escolas da cidade, no dia 16. Ela virou pura empolgação, né?! E o jogo foi um barato! A turma é grande e dividida por altura e faixa etária. A equipe da qual a Carolina faz parte ganhou os dois jogos que disputou naquele sábado, de 40 a 6, e 42 a 11. Muito legal e superorganizado. Os jogos são realizado no CEGEP da Boulevard Cite de Jounes, que abriga um grande centro esportivo, com várias quadras, piscinas, sala de artes marciais e etc. Agora que ela é titular, freqüentaremos bastante esse local...

17/02 - Bola de Neve Parte II
Para aproveitar o último final de semana do Bal de Neige fomos até o Parc Jacque Cartier . Encontramos esculturas de neve gigantescas maravilhosas, e muitos, muitos mesmo, escorregadores de gelo para todo mundo se divertir. Um deles tinham até aquelas bóias, que costumamos ver nos toboáguas do parques aquáticos, só que essas eram para escorregar no gelo mesmo! Muito legal!

Assim que chagamos, começamos a ouvir ao longe uma batucada familiar... Adivinhem?! Um grupo chamado Samba Ottawa estava tocando o maior sambão no meio do evento, todos vestidinhos de verde e amarelo. Mas a maioria nem tinha cara de brasileiro... Mas o mais engraçado é que encontramos com dois casais de amigos, Tatiana e André, e Gislaine e Eduardo; que assistiam ao grupo Samba Ottawa sem nem saber que estavam um ao lado do outro. Mas é assim mesmo, onde tem música brasileira tocando, tem brasileiro por perto...

Vejam as fotos e um pequeno vídeo que fizemos no nosso divertido "Domingo no Parque":














video
Carol no escorregador de gelo

Samba Ottawa na parada!

video
Até que eles tocam direitinho...

18/02 - Carol atleta!!!
O esforço da Carolina nos jogos de sábado já renderam bons frutos... Recebemos no início da semana um comunicado oficial da escola, vindo diretamente do Departamento de Educação Física, informando que a École Saint-Paul agora faz parte do Programa Steve Nash de basquete para jovens, e recebeu para o ano letivo 2008-2009 a quantia de Cad$4.000,00 para investir na escolinha de basquete e em seus atletas. A notícia do ano é que a Carolina foi selecionada para participar do programa junto com outros 94 alunos! Legal, né?!

Os atletas participantes recebem uma camiseta dupla face do programa, com as cores da escola (vermelho e branco, no caso da Saint-Paul) e uma bola de basquete juvenil, ambos da Nike. Além disso ela está automaticamente inscrita na Federação Quebecois de Basquete, entre outras coisas... Muito bacana, né?! Estamos explodindo de orgulho dessa garota! Agora, é só torcer!!! No sábado, dia 01/03 já temos mais um jogo marcado, e com direito a disputa por medalha e tudo mais!!! Aguardem notícias!

Bom, demoramos mas... atualizamos!
Com o início das aulas de Francês, fica tudo um pouco mais complicado, mas faremos um esforço para não deixar o Blog sem novidades.

Abraços a todos!
Luciana, Paulo e Carolina

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008

Patinação no Canal Rideau - Parte I

Outro point do momento é o Canal Rideau, "o maior ringue de patinação ao ar livre do mundo!". O canal formado a partir do Rio Rideau fica completamente congelado nessa época do ano, transformando-se nessa grande área de lazer gratuita. Ou melhor, é de graça desde que você tenha seu próprio equipamento, pois o aluguel dos patins de gelo por duas horas custa absurdos Cad$ 15,00. Diante disso, avaliamos que seria financeiramente bem mais interessante se comprássemos nossos patins o quanto antes, para poder patinar à vontade...

E assim fizemos, olha aí nosso "equipamento":


São 7,8km liberados para patinação!

Fomos ver de perto para sentir o clima: LOTADO!!!




Agora, só falta pôr em prática! Depois eu conto como foi...

Abraços a todos! Lu

domingo, 3 de fevereiro de 2008

Sem Carnaval, mas com Bal de Neige!

Apesar de não estarmos curtindo um bom Carnaval brasileiro este ano, nossa programação do final de semana não deixou a desejar; guardadas as devidas proporções e circunstâncias, sejamos bem claros... É que começou dia 1º de fevereiro o maior festival de inverno da região de Ottawa/Gatineau, que acontece todos os anos, o Bal de Neige (do lado de cá do rio) ou Winterlude (do lado de lá).


São vários locais espalhados pela cidade onde rolam atividades de inverno para a garotada e para os adultos também, durante três finais de semana. No sábado resolvemos pegar um ônibus até Ottawa e visitar o Parc de La Confédération, onde pudemos ver de perto as várias esculturas de gelo participantes do concurso internacional que o evento abriga em sua programação. Muito legal! Havia esculturas do Japão, Suécia, Estados Unidos, Canadá (claro!) e vários outros países. Bem bacana! Tinha também um caldeirão de bruxa com Sirop d'Érable fervente, Sirop de Maple no palito, outras comidas típicas, além do tradicional cachorro-quente ou chien-chaud, para os francófonos! háháhá...

Bom, as fotos dizem tudo. Appréciez!

Ele estava construindo um iglu!!!







Iglus e cães de neve, tudo esculpido no gelo!


Olhem só, meus "esquimós" preferidos (com o perdão da
palavra, hein Carol, sei que são Isumavut...)

O caldeirão da bruxa...

... e seus instrumentos de tortura! (brincadeira!)

O dia estava lindo!






No Cassino du Lac-Leamy Lounge tudo era feito
de gelo: mesas, cadeiras, bancos, pilastras, tudo!






E claro, o tradicional Chien-chaud!!!

Até mais! Lu