terça-feira, 6 de novembro de 2007

Comentários gerais: Parte II

Hoje resolvemos voltar aqui para contar as últimas novidades e para continuar com os rápidos comentários sobre os pequenos acontecimentos do nosso dia-a-dia. Como dissemos ontem, o tempo vai passando tão rápido que as coisas vão simplesmente acontecendo e a gente acaba não lembrando de tudo na hora de escrever aqui. Então, vamos por partes...

Horário de Inverno
Teve início no último domingo o "horário de inverno". Descobrimos meio por acaso, depois de passar o dia todo andando pelas ruas da cidade uma hora adiantados com relação aos relógios alheios. Pois é, com a proximidade do inverno começa por aqui esse novo horário, atrasando o relógio em uma hora. Ainda não conseguimos entender bem a lógica do negócio, mas achamos que devido ao fato da temperatura já estar caindo bastante esses dias, a idéia de atrasar em uma hora o cotidiano das pessoas é para possibilitar que elas saiam de casa para estudar e trabalhar um pouco mais tarde, pegando uma temperatura mais elevada que no início da manhã. Então, desde domingo, estamos há três horas do horário de Brasília.

Abertura da conta bancária
Hoje demos grandes passos por aqui. Finalmente abrimos nossa conta bancária, no Desjardins, seguindo a indicação do Paul, da APO. Esse estabelecimento não é uma instituição bancária comum, mas sim uma cooperativa que trabalha como um "banco popular". Lá, para se abrir uma nova conta é preciso agendar um horário com o "conselheiro de serviços". O nosso foi marcado para 14h, e ali estávamos pontualmente. Pensávamos que ia ser coisa rápida, mas que nada, saímos de lá já passavam das 16h30!! Mas o Ronald, nosso agora "gerente de relacionamento" por assim dizer, foi extremamente simpático além de se mostrar um grande fã do Brasil. Conversou conosco descontraídamente durante todo o tempo em que passamos lá, muitas vezes perguntando sobre o Brasil e sobre a Seleção Brasileira de Futebol... Enfim, saímos de lá com nossos cartões de banco já em mãos, algumas folhas de cheque, mas sem cartão de crédito, por enquanto. Aquela velha conversa que já escutávamos desde o Brasil, sem histórico de crédito eles não liberam mesmo. Até perguntamos para ele como era o regulamento do banco nesse sentido e ele nos esclareceu que, a partir de seis meses como "bom" cliente, desde que você esteja trabalhando, eles já podem começar a fazer uma análise de seu crédito para tal.

Novos Documentos
Saindo de lá, fomos até nosso apartamento para conferir a caixa de correspondências. E para nossa surpresa ela estava cheia de novidades! Recebemos nossos cartões de Seguridade Social (Numéro d'Assurance Sociale), os formulários do Serviço de Saúde (L'Assurance Maladie) que temos de preencher e levar até o escritório de Gatineau, e a carta do Imigration-Québec solicitando que o Paulo compareça a uma avaliação na próxima sexta-feira, às 15h, para começar o curso de Francisação. Quanta coisa, hein?! Ficamos superfelizes! Mas ainda estamos ansiosos pela chegada de nossos cartões de Residentes Permanentes...

E agora, voltando aos "Comentários Gerais" inicialmente propostos, gostaríamos de falar de algumas coisas que foram ficando para trás sem que a gente entrasse em detalhes, mas que sabemos ser de interesse de muitos aí que estão a caminho daqui.

Matando a curiosidade
Esclarecendo algumas dúvidas dos nossos amigos de Brasília, Rogério de Luciane:
1) Podemos dizer que a questão da língua ainda não tem nos trazido problemas. Como eu falo bem o inglês, temos feito bastante uso dele mesmo, e não enfrentamos nenhum tipo de "cara feia" com isso, como ouvíamos dizer. Todos são muito educados e solícitos, seja no comércio em geral ou nas instituições governamentais em que estivemos. Claro que eles sempre iniciam a conversa te cumprimentando em Francês, mas se você engata a resposta já em Inglês eles mudam de idioma automaticamente e naturalmente.
2) Sobre o seguro viagem, nós fizemos um antes de sair do Brasil, sim. Pesquisamos alguns e demos preferência ao serviço oferecido pela GTA. A cobertura é satisfatória e os preços bem razoáveis. Contratamos para 90 dias o Plano Bronze, que nos custou US$96.00 por pessoa.
3) Os aluguéis de apartamentos de dois quartos, aqui em Gatineau, variam de acordo com a localização do imóvel, dos serviços oferecidos pelo condomínio (calefação, água quente e eletricidade) e até mesmo o estado de conservação do local. Pesquisamos vários, e em sua maioria os serviços estavam incluídos. Os preços variam de CAD$550.00 para localidades mais populares, a CAD$850.00 para prédios mais novos e no centro da cidade. O nosso ficou em CAD$72o.00, com todos os serviços já incluídos, inclusive o direito de utilização de uma vaga no estacionamento. Vocês devem ter visto as fotos e, ontem, colocamos um mapinha mostrando melhor a localização. Tem um bom supermercado bem pertinho, é bem atendido pelo transporte público e conta com uma boa escola primária nas proximidades - o que para nós é muito importante por causa da Carolina.
4) Não temos notícias sobre o mercado de trabalho em nossas áreas de formação, até porque pretendemos primeiro fazer a Francisação e então não estamos pesquisando sobre isso ainda. Mas no comércio é bastante visível o aquecimento do mercado e a abertura de muitas vagas com a proximidade do Natal. É isso.

La Boulangerie
Ah! Tancredo! Ontem estávamos voltando para Aylmer ao final do dia e demos de cara com uma charmosa Boulangerie Artisanale, chamada Le Pain d'Alain e automaticamente nos lembramos de você a da Moema. É óbvio que entramos para bisbilhotar a novidade! Tudo muito cheiroso e uma grande oferta de produtos orgânicos, de todos os tipos imagináveis... Saímos com dois lindos croissants na sacola, que estavam simplesmente deliciosos!! Tiramos uma foto do local para vocês:


Beijos a todos! E até mais...
Lu e Paulo

7 comentários:

manú (ex-click, atualmente em slz-ma) disse...

Lu, estou acompanhando diariamente o seu blog. Além de estar deliciosamente bem escrito, mato as saudades de você e ainda vou me decidindo se vou para o Canadá ou não. O blog está completíssimo, tem links interessantes e é lindo ver como vocês formam uma família unida.Torço muito para que tudo continue dando certo. Beijos

Tiago disse...

Lú e Paulinho, fico radiante de ler as noticias de vcs e mais feliz ainda quando vejo que as coisas estão fluindo. SORTE
Beijos meus e da Yara

Cláudio disse...

Caros,
Não é que "começou o horário de inverno" no domingo, e sim que acabou o horário de verão no Canadá. A lógica é a mesma do Brasil, no verão os relógios são adiantados em 1 hora pra aproveitar a luz do sol e assim economizar energia.

Everton Rocha disse...

Paulo, mas o que é mesmo Francisação??

Abraço...

O blog tá show!

Marina Piza disse...

E aí gente!!
É bom se meter nessas aventuras, e ainda mais quando tudo está correndo bem. E aí, quando vão começar a montar o apt? Estou curiosa!!!!!
Estamo com saudade! Ah, conseguimos nosso visto americano! Está cada vez mais perto!!
Beijocasssssssssssssssssssss
Marina!

Rogerio e Luciane disse...

Olá Paulo,
Obrigado pelas resposta. Foram muito importantes.
Gostaria de saber mais uma coisa?
Vocês falaram que não conseguiram cartão de crédito. O que eu tenho visto o pessoal comentar é que se vc não tem histórico, vcs podem deixar um depósito no banco (tipo 500,00Cn)e o banco libera um cartão com este limite.
Não sei se o banco de vcs faz este tipo de transação e também não sei a disponibilidade que vcs tem de deixar esta grana guardada lá.
Mas de qualquer maneira, tentem conversar com o Gerente e ver se tem alguma forma de dar alguma garantia para voces terem o cartão de crédito.
Pelo que sei, tudo gira em torno do uso e da assiduidade no pagamento das faturas do cartão. Se vcs não tem cartão de crédito, não tem como criar histórico de assiduidade, ou estou errado?
Grande abraço
Estamos gostando muito das notícias

Rosana disse...

Nossa!!! Quanta informação importante!!!!

Muito obrigado pelas dicas que vcs estão passando. Estão nos ajudando muito.

Um grande abraço

Rosana e Thiago
Curitiba